Saúde General

Nutrição

O peixe é a “estrela” da General. Não só porque preparado pela sua marca de eleição garante um delicioso prato, mas também por ser sinónimo de Saúde e Bem-Estar.

Uma alimentação equilibrada deve ter pelo menos duas refeições à base de peixe, uma vez que o seu consumo auxilia na prevenção de várias doenças provocadas pelo ritmo acelerado da sociedade contemporânea, como as do foro cardíaco ou mental.

Saudável e nutritivo, o atum é uma peça-chave da alimentação de qualquer pessoa, em qualquer idade, e deve constar no seu menu semanal regularmente, sobretudo o de conserva. O atum constitui uma fonte essencial de proteínas, gorduras (Ómega 3), vitaminas (do grupo A, B e D) e sais minerais (fósforo, iodo e magnésio).

Presença assídua nas mesas portuguesas, a sardinha ajuda na prevenção de doenças coronárias, devido à sua composição. A sardinha está na linha da frente quando se fala em benefícios para a saúde, ultrapassando a esse nível, o salmão, o atum e o bacalhau, pela presença de um tipo de gordura – os ácidos gordos ómega 3 – em quantidades substanciais, benéficos para o nosso coração.

Outras vantagens no consumo de sardinha:

  • Redução das taxas de triglicerídeos e de colesterol no sangue;
  • Redução da pressão arterial;
  • Alteração da estrutura da membrana das células sanguíneas, garantindo maior fluidez ao sangue;
  • Auxílio em doenças da pele, como a psoríase, e na artrite reumatoide.

Mas também os moluscos contribuem para os bons hábitos alimentares. A riqueza nutricional das conservas de polvo ou pota é disso um bom exemplo, ao possuírem:

  • Proteínas em quantidades elevadas (similar à carne de vitela) e de alto grau de digestibilidade;
  • Baixo índice de calorias (concentra níveis reduzidos de gordura e colesterol);
  • Grandes quantidades de vitamina A (determinante no crescimento ósseo e muscular);
  • Grandes quantidades de vitamina B (benefícios no metabolismo dos hidratos de carbono e na potenciação da energia celular)
  • Muitos minerais, em especial de iodo, cálcio e ferro.

Vários estudos demonstram que cada vez mais negligenciamos o que comemos e deixamos para trás séculos de uma cultura gastronómica essencial para a saúde: a alimentação mediterrânica.

Diretamente associada aos hábitos da “boa mesa”, está, então, a Pirâmide Alimentar da Dieta Mediterrânica, típica dos países que constituem a bacia do Mediterrâneo, que deve ser seguida, conjuntamente com a prática regular de exercício físico.

Conservas General

“Mandamentos” para uma alimentação saudável:

Beba muita água (aproximadamente 2 litros/dia);

Aumente o número de refeições e diminua a quantidade ingerida;

“Fuja” dos sumos, refrigerantes e bebidas alcoólicas (fontes excessivas de açúcar);

As quantidades habituais de batata, arroz, massa e leguminosas devem ser encurtadas para metade;

Nas refeições principais insista em grandes quantidades de salada crua ou legumes cozidos;

Prefira comer pão e fruta nos intervalos das refeições principais;

Os pratos de eleição devem ser os cozidos, os grelhados e os estufados sem gordura;

Escolha o azeite, em detrimento de outro género de gordura;

O peixe deve ser uma prioridade face à carne nas suas opções alimentares;

O peixe e a carne podem, contudo, ser substituídos por ovos cozinhados sem gorduras.

Conservas General